Governo de SP inaugura escritório da Lenovo no Vale do Silício da América Latina

Centro de inovação será instalado no espaço do IPT Open Experience; iniciativa faz parte do projeto CITI, que já captou R$ 380 milhões em investimentos de empresas

O Governador João Doria inaugurou nesta quinta-feira (16) as instalações do escritório da Lenovo no espaço do IPT Open Experience, primeira etapa do CITISP (Centro Internacional de Tecnologia e Inovação de São Paulo), o Vale do Silício da América Latina. Esta é a oitava empresa a se juntar ao IPT Open. Além disso, mais três empresas assinaram a adesão à iniciativa para instalar seus centros de inovação dentro do IPT: Gerdau Graphene, Cecil e V2Com.

“Após as eleições de 2018 falamos que íamos implantar o CITI e algumas pessoas falaram que era muito sonho, muita vontade e pouca possibilidade, e nós transformamos a possibilidade em realidade. Hoje temos 30 empresas já instaladas e empresas ampliando o seu espaço físico aqui. Este projeto do CITI é uma realidade e com uma vantagem, fica dentro de São Paulo”, afirmou Doria.

A sede da Lenovo ocupará espaço no prédio 31 do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Além da Lenovo, o prédio também abriga outros quatro laboratórios: Laboratório de Bioenergia e Eficiência Energética, Laboratório de Química e Manufaturados, Laboratório de Referências Metrológicas e o Laboratório de Estruturas Leves. A equipe de Tecnologias Digitais do IPT também passará a ocupar um espaço ao lado da Lenovo, para desenvolver projetos em conjunto.

“O Brasil e São Paulo passam a ser uma referência positiva, sendo um bom exemplo para o mundo de como investir em ciência e tecnologia, e de como fazer parceria público-privada”, destacou a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen.

A Lenovo, inicialmente, contará com um espaço de 280 m2, mas há previsão de que possa ocupar ainda outros 380 m2, com a expectativa de cerca de 60 funcionários atuando no local.

Sobre o CITISP

O Centro Internacional de Tecnologia e Inovação de São Paulo (CITISP) tem como foco o desenvolvimento e aplicação de tecnologias de alta intensidade (hardtech), e por meio do qual o Governo do Estado de São Paulo pretende criar um “Vale do Silício” da América Latina na capital paulista.

Desde o lançamento da primeira etapa, o IPT Open Experience já conta com oito empresas incubadas: Granbio, Lenovo, Instituto de Pesquisa e Liderança (Inteli), Siemens, Siemens Energy, Kimberly-Clark, 3M e Klabin. Até o momento, o IPT Open Experience totaliza R$ 380 milhões em investimentos captados em setores como biotecnologia, materiais avançados e tecnologia da informação.


Tags Relacionadas

Notícias
<< Anterior

Governo de SP realiza Festival gratuito do Novotec para jovens no M’Boi Mirim neste sábado (18)

Exporta SP abre inscrições para 300 vagas de capacitação para exportação