11/09/2021

Bolsa Trabalho prorroga inscrições até 3 de setembro

São 30 mil bolsas para cidadãos desempregados realizarem atividades de trabalho em órgãos públicos e estaduais e cursos de qualificação profissional durante cinco meses

O Governo de São Paulo, por meio das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Governo, prorrogou as inscrições do programa Bolsa Trabalho até o dia 3 de setembro. São 30 mil vagas para atividades de trabalho e cursos de qualificação profissional nos municípios cadastrados na iniciativa. O Bolsa Trabalho tem objetivo de promover a retomada de emprego e renda e vai impactar, direta e indiretamente, cerca de 120 mil pessoas apenas no ano de 2021. As inscrições podem ser realizadas no site www.bolsadopovo.sp.gov.br. Já a convocação será feita por meio de publicação no Diário Oficial.

A lista completa dos municípios cadastrados pode ser acessada em https://www.desenvolvimentoeconomico.sp.gov.br/wp-content/uploads/2021/08/estado_bolsa.pdf.  

Com investimento de R$ 80 milhões do Governo de SP, o programa vai oferecer bolsas no valor de R$ 535 por mês aos cidadãos que realizarem atividades de trabalho em órgãos públicos municipais e estaduais. A carga horária será de 4 horas diárias, cinco dias por semana, e o benefício poderá ser pago por cinco meses consecutivos. Além disso, os participantes realizarão um curso de qualificação profissional e receberão apoio à empregabilidade, por meio dos Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs).

Os inscritos poderão escolher seis opções de cursos profissionalizantes virtuais da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo), com duração de 80 horas:

  • Auxiliar de Controle de Produção e Estoque
  • Gestão Administrativa
  • Gestão de Pessoas
  • Organização de Eventos
  • Rotinas e Serviços Administrativos
  • Secretariado e Recepção

O Bolsa Trabalho tem como objetivo gerar renda, ocupação, qualificação e empregabilidade para a população mais vulnerável, com apoio das prefeituras. Em 2021, o programa impactará cerca de 120 mil pessoas (30 mil bolsas para famílias com aproximadamente quatro membros).

Como se inscrever no Bolsa Trabalho? 

O programa atenderá pessoas em situação de desemprego, desde que não sejam beneficiários de seguro-desemprego ou qualquer outro programa assistencial equivalente. Serão aceitas inscrições de cidadãos com idade mínima de 18 anos completos até a data de inscrição, residência de, no mínimo, dois anos no município que integra o programa, com renda familiar de até R$ 550 por pessoa (equivalente a meio salário mínimo), com somente um beneficiário por núcleo familiar.

Para se inscrever, o cidadão deve acessar o portal do Bolsa do Povo (www.bolsadopovo.sp.gov.br) e clicar no ícone Bolsa Trabalho. As inscrições vão até sexta-feira (3). A convocação será feita por meio de publicação no Diário Oficial.

Em caso de dúvidas, o cidadão pode entrar em contato na Central de Atendimento: 

0800 7979 800 (segunda a sexta, das 8h às 18h. O atendimento eletrônico é 24h)

(11) 98714-2645 – WhatsApp (atendimento eletrônico 24h)

Sobre o Bolsa Trabalho

Com a promulgação da Lei nº 17.372, de 26 de maio de 2021, o Programa Emergencial de Auxílio-Desemprego passou a integrar o programa Bolsa do Povo denominado Bolsa-Trabalho, que concentra a gestão dos benefícios, ações e projetos, com ou sem transferência de renda, instituídos para atendimento de pessoas em situação de vulnerabilidade social no estado de SP.


Tags Relacionadas

Notícias
<< Anterior

Governo de SP lança Bolsa Trabalho com benefícios a 120 mil pessoas

Governo de SP anuncia investimentos de R$ 145 milhões para modernização das Etecs e Fatecs e lança Bolsa Educação do Centro Paula Souza